As melhores redes sociais para profissionais da área da saúde

gbvsaude-redes-sociais-para-saude
Compartilhe
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

O uso massificado da internet traz à tona a importância das redes sociais para a área da saúde.

Sabe-se do enorme número de usuários da internet que costumam pesquisar assuntos relacionados a isso. Tais buscas relacionam-se não somente a informações sobre doenças, mas, também, à procura por profissionais e clínicas disponíveis.

Nesse contexto, desconsiderar a presença de sua marca nas redes sociais pode ser um erro.

Abaixo explicamos no que consiste o potencial das redes sociais para profissionais e empresas desse segmento.

A importância das redes sociais para a área da saúde

Facebook e Instagram somam, juntos, cerca de 130 milhões de usuários no Brasil. Desde a sua consolidação, essas redes sociais deixaram de ser procuradas apenas por pessoas interessadas em entretenimento.

Nos dias atuais, elas são concebidas como poderosas estratégias de marketing.

É necessário sublinhar, também, como a internet modificou a relação entre médicos e pacientes.

Por isso, o uso das redes sociais pelas empresas como um canal de comunicação de via dupla se intensificou.

O usuário da internet tem a possibilidade de comentar uma postagem ou esclarecer suas dúvidas sobre os serviços com toda a comodidade. Além do que, as redes sociais permitem o compartilhamento da missão e dos valores de sua marca.

Elas também possibilitam a disponibilidade, em qualquer horário, de todas as informações relativas a seus serviços. O aumento da visibilidade de sua marca pode alavancar a quantidade de atendimentos em sua clínica. Isso poderá ser bom para o faturamento.

Criei um perfil, e agora?

De início, é importante que você consiga ter em mente um público-alvo. Pergunte-se: “quem poderá se interessar pelos meus serviços?”.

Para isso, utilize-se de sua experiência e convívio no atendimento de seus pacientes já fidelizados. Eles serão uma bússola para você.

A partir daí, você pode desenvolver uma imagem e um conteúdo condizentes com as expectativas de seus futuros pacientes.

Tente ressaltar os diferenciais dos serviços oferecidos e novas técnicas. Dicas de saúde e bem-estar também são bem-vindas.

Você pode, ainda, postar links de mídias sociais que tenham textos seus, como blogs, por exemplo.

Contudo, todas essas ideias serão pouco úteis se você perder de vista um determinado perfil de paciente.

Atente ao tratamento dado aos conteúdos que você deseja postar. Lembre-se que informações também podem ser encontradas em um simples flyer.

As postagens em redes sociais como Facebook ou Instagram devem prezar pela qualidade de som, imagem e conteúdo.

Outro ponto fundamental é a criatividade. São incontáveis os perfis de consultórios e profissionais nas redes. Destaque-se com uma boa ideia!

Aprofunde-se com os artigos “Usando o Instagram para captar pacientes” e “A melhor estratégia de marketing para clínicas odontológicas“.

Redes sociais e ética profissional

Em 2015, a fim de regulamentar o uso das redes sociais por profissionais da saúde, o Conselho Federal de Medicina publicou a resolução nº 2.126.

Desde então, médicos e estabelecimentos passaram a redobrar os cuidados em suas postagens nas redes sociais.

Um dos pontos da resolução é a proibição de selfies por profissionais em serviço.

Também ficou vedada a promoção comercial de técnicas e serviços não reconhecidos pelo Conselho.

Profissionais da saúde também não podem fazer propagandas de produtos e empresas.

Esses são apenas alguns pontos. O que queremos ressaltar com isso é que, por uma postagem inocente, você pode estar condenando a sua reputação.

Por isso, cuidado para não violar as normas estabelecidas pelo CFM.

Veja também: Os limites do Marketing Odontológico

Neste artigo, falamos um pouco sobre a importância das redes sociais para a área da saúde. Ressaltamos o alcance de sites como Facebook e Instagram e consideramos a relevância destes como estratégias de marketing. Oferecemos, ainda, dicas para fazer boas postagens e não violar as normas do CFM.

E você, quais redes sociais utiliza para se conectar com seus pacientes? Tem uma experiência de sucesso para contar? Comente!

Recomendamos estes artigos

Aproveite e leia outros artigos relacionados no nosso blog

Receba novidades sobre gestão, marketing e atendimento para instituições e profissionais da saúde

Preencha seu e-mail para se cadastrar!