Qual a importância do atendimento humanizado e como começar a aplicar

Descubra quais são as bases do atendimento humanizado e como ele pode oferecer maior conforto aos pacientes.
Humanização do Atendimento a Saúde
Compartilhe
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Em diversos artigos aqui do blog, você poderá ler sobre implementações e tecnologias que podem atrair mais pacientes e aumentar a lucratividade da sua clínica.

E elas realmente fazem isso, entretanto, sem um atendimento humanizado que deixe o paciente o mais confortável possível, não adiantará muita coisa.

Tenho certeza que se você for um médico ou cuidador já sabe bem do que eu estou falando, mas não custa nada relembrar, certo?

O que é atendimento humanizado?

Muitas das vezes, os pacientes podem estar passando por situações difíceis e que não afetam somente o estado físico deles, mas o emocional também.

O exemplo disso são os números de pacientes com amputações, HIV, ou câncer que desenvolvem depressão após a cirurgia ou diagnóstico.

O atendimento humanizado é uma das formas de amenizar essas situações difíceis e criar uma proximidade maior entre médico e pacientes.

Atender de forma humanizada os pacientes é basicamente mostrar que você se importa, mostrar para os pacientes que eles não são apenas números ou diagnósticos em uma clínica, mas pessoas que possuem nome e rosto.

Qual a importância do atendimento humanizado?

Oferecer aos pacientes uma nova perspectiva em relação à própria condição é um dever de cada profissional da saúde, seja médico, enfermeiro ou cuidador.

As inúmeras inovações tecnológicas servem para facilitar a organização e poupar tempo do profissional e do próprio paciente.

Entretanto, essa mesma otimização pode deixar o atendimento “robótico”, distanciando o médico do paciente e fazendo o paciente acreditar que o médico não se importa com ele.

É exatamente para evitar que isso aconteça que existe o atendimento humanizado, visando maior proximidade entre médico e paciente.

Benefícios da humanização no atendimento a saúde

A humanização no atendimento tenta adaptar ao mundo moderno a antiga imagem dos médicos que atendiam seus pacientes em casa, ouviam suas histórias e até eram convidados para reuniões de família.

Infelizmente isso se perdeu ao longo dos anos, em parte por conta dos procedimentos mais modernos que foram adotados como nós citamos.

Um dos principais benefícios da humanização no atendimento é que os pacientes verão o profissional como um amigo e se sentirão muito mais seguros a aceitar novas perspectivas.

Em contrapartida, o médico ou clínica que se esforçar para humanizar seu atendimento, terá sempre a preferência dos pacientes, afinal, porque se consultar com um completo estranho se você pode se consultar com um amigo que se importa?

Como aplicar a humanização do atendimento

É possível que se tenha um pouco de dificuldade em se aplicar a humanização durante o atendimento logo no início, principalmente se você atua em uma clínica que recebe muitos pacientes.

Porém, se você usou as dicas que damos aqui no blog e implementou na sua clínica com um software de gerenciamento, prontuário eletrônico, receita eletrônica etc, significa que você está poupando muito tempo, que pode ser usado para conversar com o paciente e tirar algumas dúvidas pessoalmente.

Pode parecer pouco mas faz toda a diferença para um paciente que pode estar assustado, ansioso ou triste devido ao diagnóstico.

Além disso, existem alguns pontos que podem ser analisados para aplicar a humanização nos atendimentos, como por exemplo:

Interesse na vida do paciente em geral

Mostrar interesse na vida do paciente é um excelente começo, fazer perguntas sobre a alimentação, trabalho, casamento, basicamente qualquer coisa que faça o paciente conversar e se abrir com o médico.

É claro, tudo mantendo o devido respeito a privacidade do paciente e profissionalismo médico.

Evite jargões e termos técnicos

Você já ouviu alguma vez um paciente chegar no consultório e dizer, “doutor, eu preciso de uma enterorrafia” ou então “estou com faringodinia”?

Provavelmente ninguém além dos profissionais da saúde vão entender esses jargões, então evite sempre que possível usar vocabulário técnico sem explicar de forma detalhada o que significam.

Do contrário, o paciente pode ficar mais ansioso e ter uma piora no estado emocional.

Tente fazer atendimentos a domicílio

Isso pode ser algo pouco usual atualmente, mas acredite, vai aumentar a proximidade com seu cliente de forma significativa.

Claro que você não precisa fazer exclusivamente atendimentos a domicílio, mas considere oferecer esses serviços em casos especiais, como pacientes que têm dificuldade em se locomover ou que são muito idosos.

Fazer isso uma vez na semana além de ser benéfico para seus pacientes, vai atrair a atenção de pacientes que possuem essa necessidade.

Oriente a sua equipe

A humanização no atendimento dos pacientes não deve partir só do médico, muito pelo contrário, o atendimento começa quando o paciente entra no consultório.

Isto significa que todos os funcionários da clínica devem entender o que é e como aplicar o atendimento humanizado a todo e qualquer paciente.

O melhor de tudo, é que você pode orientá-los simplesmente compartilhando essa postagem! Ficou com alguma dúvida? Entre em contato conosco que teremos o maior prazer em te ajudar, clique aqui e nos mande sua pergunta.

Recomendamos estes artigos

Aproveite e leia outros artigos relacionados no nosso blog

Receba novidades sobre gestão, marketing e atendimento para instituições e profissionais da saúde

Preencha seu e-mail para se cadastrar!